Compartilhe

Desenvolvimento de pessoas: seu time mais assertivo e motivado

Equipe IDP Por: Equipe IDP 6 minutos
Compartilhe

O desenvolvimento de pessoas é uma dinâmica que envolve empresas e colaboradores e gera benefícios para ambos os lados. Em um escritório de advocacia ou em um departamento jurídico de uma empresa, essa prática pode fazer toda a diferença!

Para desenvolver seus profissionais, por exemplo, uma empresa pode oferecer treinamentos e até adotar políticas de médio a longo prazo que contribuam com o aprimoramento pessoal e profissional dos funcionários.

Os melhores profissionais do mercado estão em constante busca por atualização e aperfeiçoamento. Por isso, ser uma empresa que desenvolve os colaboradores é um grande diferencial. Uma empresa que investe em pessoas, investe em si mesma.

Mas como aplicar o desenvolvimento de pessoas em escritórios de advocacia ou em departamentos jurídicos na prática? Confira o artigo para ter mais informações?

Como ter uma cultura de desenvolvimento de pessoas na prática?

O desenvolvimento de pessoas faz parte da rotina de empresas líderes de mercado, como a Coca-Cola, Facebook, Google, L’Oreal, por exemplo. Essas marcas, de renome mundial, apostam no desenvolvimento de pessoas: um dos principais ativos de um negócio.

No entanto, engajar e profissionalizar colaboradores é uma prática que não se limita às multinacionais. Estudos apontam que pequenas e médias empresas que investem no desenvolvimento de pessoas colhem melhores resultados.

Desenvolvimento de pessoas x Treinamento

Existe uma diferença tênue entre desenvolvimento e treinamento de pessoas. Enquanto o treinamento costuma ser uma iniciativa pontual da empresa, o desenvolvimento pessoal engloba uma série de ações de médio a longo prazo.

É possível haver treinamentos no plano de desenvolvimento de pessoas, mas a ação como um todo não se limita apenas a isso. Em um programa de desenvolvimento, por exemplo, podem ser trabalhadas competências técnicas (hard skills) e comportamentais (soft skills).

Vantagens de aplicar o desenvolvimento de pessoas em seu escritório ou departamento jurídico?

Em primeiro lugar, gestão de pessoas é fundamental para melhorar as habilidades dos profissionais da empresa ou escritório. Um erro frequente que os contratantes cometem é não apostar no desenvolvimento de colaboradores e sofrer no futuro por não reter talentos.

Advogados que se sentem reconhecidos pela empresa que atuam, por exemplo, possuem maiores chances de permanecer e construir uma carreira em seu emprego.

Apostar no desenvolvimento de pessoas faz toda a diferença no potencial da equipe. Afinal, um escritório que preza pelo crescimento de seus advogados cria um diferencial competitivo diante da concorrência.

Por que ter especialistas em sua equipe jurídica?

Se você é um Diretor Jurídico, Sócio de um escritório ou Gestor de RH, já sabe que existem várias maneiras de investir no desenvolvimento de pessoas. Uma delas é incentivar sua equipe a cursar uma especialização, pois se mostra cada vez mais importante na rotina do advogado.

Veja, a seguir, três motivos para apostar em profissionais especializados:

1- Destaque no mercado

O escritório de advocacia que atua com profissionais capacitados e atualizados garante maior vantagem competitiva no mercado. Contar com advogados especialistas pode ser um diferencial na hora de garantir ou não um novo cliente para o escritório.

2- Mais credibilidade

Os clientes e parceiros se sentem mais seguros quando um advogado ou advogada fala com propriedade sobre demandas na área em que atua. Seu escritório, quando representado por especialistas do Direito, transmite maior credibilidade para o público.

3- Assertividade

Um profissional especialista poderá oferecer um atendimento mais detalhado se comparado, por exemplo, com um generalista. Ter um advogado para tratar de áreas específicas valoriza o trabalho prestado pela empresa e mostra a preocupação do escritório em oferecer o melhor e mais atualizado serviço.

Como aplicar o desenvolvimento de pessoas na prática?

Nos últimos meses, muitas mudanças causadas pela pandemia do novo coronavírus e a digitalização de processos impactaram na rotina de escritórios de advocacia e departamentos jurídicos.

Órgãos públicos, empresas, instituições governamentais e profissionais precisaram se adaptar a esta nova realidade. Assim, a necessidade de atualização e qualificação nunca esteve tão presente.

Quer começar o desenvolvimento de pessoas no seu escritório? Confira o passo a passo!

1- Avaliação de Desempenho

Em primeiro lugar, tente descobrir quais são os pontos fracos, técnicos e comportamentais, de seus colaboradores para definir o que desenvolver primeiro. Uma avaliação de desempenho e feedback individual será essencial para desenhar um plano de desenvolvimento.

Da mesma forma, seu colaborador poderá expor os anseios da profissão e as demandas recorrentes que aparecem em seu dia a dia. Deste modo, será possível direcionar a estratégia do desenvolvimento de pessoas, de forma assertiva.

2- O gargalo é técnico? Invista em uma pós-graduação!

Se a necessidade de desenvolvimento é no campo técnico ou teórico, investir em uma pós-graduação para o colaborador é uma das melhores opções. Neste caso, procure uma instituição reconhecida que ofereça o curso em sua especialidade.

Lembre-se de focar na qualidade do ensino e no reconhecimento acadêmico e profissional na escolha da instituição. Afinal, o aprendizado no curso será refletido no trabalho do profissional.

3- Procure por um Programa de Parceria

Algumas instituições de ensino, como o IDP Online, contam com programas de parceria, como uma forma de incentivar empresas a desenvolverem lideranças em departamentos jurídicos ou escritórios de advocacia.

Ao encontrar um programa de parcerias interessante, verifique as vantagens para a empresa e colaboradores. Parceiros do IDP Online, por exemplo, contam com descontos exclusivos nos cursos de pós-graduação, de acordo com o número de funcionários matriculados nas especializações.

Nesse sentido, o Grupo Planning, focado em soluções tributárias, recentemente recorreu ao Programa de Parceiros do IDP Online para oferecer aos colaboradores pós-graduações, treinamentos e programas estruturados exclusivamente para o desenvolvimento da equipe.

“Acreditamos em um modelo de gestão de pessoas focado em criar as melhores oportunidades de carreira para nossos profissionais”, comenta o sócio-diretor do Grupo Planning, Pedro Araújo.

4- Acompanhe os resultados

Desenvolver pessoas é uma tarefa a longo prazo. Entre as etapas do processo está a necessidade de acompanhamento do profissional. Em outras palavras, são indispensáveis as avaliações de desempenho e feedbacks individuais nas fases do plano adotado.

Isso porque a avaliação do desempenho tem o objetivo de contribuir para a melhora contínua das pessoas da empresa e acompanhar de perto o desenrolar da estratégia de crescimento escolhida.

5- Incentive o compartilhamento

Criar um ambiente saudável de trabalho também faz parte das medidas de uma empresa preocupada com o desenvolvimento de pessoas. Contudo, em um escritório de advocacia ou departamento jurídico, o ideal é que a convivência entre os advogados seja construtiva.

Que tal promover eventos internos? Afinal, após atingir a almejada qualificação proposta pela empresa, o advogado poderá ministrar palestras ou mediar debates internos a fim de trocar conhecimento com os demais colegas de trabalho.

Viu só a importância de investir no desenvolvimento de pessoas no seu escritório de advocacia ou departamento jurídico? Saiba mais sobre o Programa de Parcerias do IDP Online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *