Compartilhe

O que é LLM e qual a diferença entre os outros cursos?

7 minutos
Compartilhe

Hoje, concluir a graduação pode não ser o suficiente para garantir sucesso na carreira profissional. Ao menos na área do Direito, a exigência do mercado faz com que a procura por especializações se torne cada vez maior. Dentre elas está o LLM, você sabe o que é?

O LLM é uma opção de pós-graduação lato sensu diferente dos cursos mais populares desse campo, que são o MBA e as pós-graduações.

A nova modalidade, muito conhecida no exterior, mas que começou a fazer sucesso há pouco tempo no Brasil, conquistou espaço entre os profissionais que procuram aprimorar a prática jurídica e ter embasamento teórico ao mesmo tempo.

Se estiver interessado ou interessada em saber como essa especialização funciona, continue conosco e entenda a diferença entre LLM e outros cursos superiores e especializações.

O que é LLM em Direito?

O LLM — Latin Legum Magister ou Master of Law — é um curso que procura expor os alunos a perspectivas de diferentes ordenamentos jurídicos. Entre eles, o sistema de Common Law adotado nos Estados Unidos e no Reino Unido, por exemplo.

Considerado uma especialização de alto desempenho, o LLM prepara o jurista para atuar de forma globalizada com base no que há de mais atual no Direito.

A metodologia do curso tem foco sobre a atuação prática, concedendo um status mais elevado ao profissional, que pode estar mergulhado em discussões e necessidades que vão além do conteúdo básico jurídico que outras especializações proporcionam.

No Brasil, o LLM é uma pós-graduação lato sensu, que compreende programas de especialização e incluem os cursos designados como MBA (Master Business Administration) e as pós-graduações.

Por ser uma certificação reconhecida no mundo inteiro, é comum brasileiros bacharéis em Direito irem ao exterior para cursarem um LLM, conhecido como master lá fora.

Ao retornar, o curso pode ser validado até mesmo como um mestrado. Isso vai depender de diversos fatores avaliados pelo MEC, tais como a carga horária da especialização, por exemplo.

Qual a diferença entre o LLM e outros cursos superiores?

O curso de LLM diferencia-se de outros principalmente por sua interdisciplinaridade nas áreas de estudo. Além de oferecer aprofundamento dogmático, estudos de casos jurídicos e construção supervisionada de soluções de problemas concretos.

Contudo, além destas questões metodológicas, outros pontos importantes tornam o LLM uma especialização de destaque entre as opções disponíveis para profissionais do Direito atualmente.

Veja a seguir a diferença entre o LLM e outros cursos de especialização:

LLM x Mestrado e Doutorado

O Mestrado e Doutorado são pós-graduações stricto sensu, enquanto o LLM é uma pós-graduação lato sensu.

Se você quer seguir carreira acadêmica e se tornar professor, o Mestrado ou Doutorado é o caminho ideal. Visto que o objetivo, principalmente do Mestrado, é a formação para docência com o intuito de exercer a pesquisa acadêmica e, sobretudo, dar aulas.

Assim como o Doutorado, que tem uma função ainda mais voltada para a formação docente. Pois costuma ser indicado para os que almejam desenvolver carreira acadêmica e se tornarem professores e professoras.

Ainda que isso não seja uma regra, afinal, o Doutorado também confere alta reputação no meio profissional com um grande enriquecimento do conhecimento jurídico usado na rotina.

Existe nesta categoria ainda o Mestrado Profissional, que se difere do Mestrado Acadêmico por ser mais voltado para a prática jurídica. Além de preparar o profissional para o mercado de trabalho, ele também confere o título de mestre, tornando-o apto para lecionar aulas.

Porém, caso você queira aprimorar sua carreira prática profissional a partir de um conhecimento rico e atualizado adquirido do corpo docente e de colegas de áreas complementares, mas ainda tem dúvidas sobre a preparação para o Mestrado ou Doutorado, o LLM é a melhor opção.

LLM x MBA

Assim como o LLM, o MBA é uma pós-graduação lato sensu. As pós-graduações lato sensu compreendem programas de especialização com duração mínima de 360 horas.

Enquanto o foco do MBA costuma ser a área de negócios e administração, o LLM pode ter o viés mais prático da área jurídica. O MBA costuma ser uma opção para quem busca adquirir conhecimentos estratégicos para conquistar cargos de gestão.

O LLM pode ser uma chance de o profissional do Direito conseguir construir seu nome e conquistar um prestígio até mesmo internacionalmente, já que a vivência do LLM tem a capacidade de elevar o nível de conhecimento e a construção de ideias na área.

LLM x Pós-graduação

A pós-graduação tradicional costuma ter o aspecto teórico, por isso sua carga horária costuma ser maior que a do LLM e menor que a do Mestrado e Doutorado.

Ao passo que no LLM ou MBA a carga horária corresponde a 360 horas/aula, no mínimo, no programa de pós-graduação lato sensu esta carga pode ultrapassar as 400 horas, resultando em torno de 21 meses de curso no total.

Para além da teoria, o LLM tem como objetivo preparar o aluno para a vivência prática. Como? Tornando-o apto para agir rapidamente diante das situações concretas enfrentadas no meio jurídico e na construção de defesas, processos e outros detalhes importantes do dia a dia do Direito.

Durante o LLM, o aluno é exposto a estudo de casos; discussões de doutrina e jurisprudência; debates com professores; workshops e outras atividades interdisciplinares do curso.

Porque optar por um LLM no Brasil?

Os LLMs começaram a ser difundidos no Brasil há pouco tempo, apesar de serem muito conhecidos no exterior. A boa notícia é que não é preciso ir para fora do país para encontrar um LLM rico e que garanta um bom posicionamento no mercado de trabalho!

Optar por um LLM nacional pode ser menos oneroso que sair do país e ter que arcar com as despesas esperadas nesta empreitada: viagem, mudança, hospedagem, entre outros.

Por aqui já é possível encontrar cursos voltados para áreas específicas do Direito e que estão em alta no mercado, tais como: Direito Eleitoral, Direito Administrativo, Direito Constitucional, entre outros.

No IDP, por exemplo, os cursos de LLM não focam apenas na metodologia, mas na abordagem prática do conteúdo, com discussões sobre temas atuais no mercado de trabalho do jurista.

Quem pode fazer um LLM?

O LLM é voltado para profissionais de qualquer área. Por isso, é uma excelente opção para quem busca destaque no mercado de trabalho.

Esses cursos são abertos a candidatos diplomados em cursos superiores e que atendam às exigências das instituições de ensino, conforme a Lei de Diretrizes e Bases. Algumas instituições fazem um processo seletivo antes do ingresso no curso.

Vale lembrar que o curso de LLM não substitui a graduação em Direito e sim atua como uma especialização lato sensu. Por isso, para cursá-lo é necessário ter, pelo menos, o diploma de ensino superior.

Vale a pena investir no LLM?

Se você quer ter destaque no mercado de trabalho e se tornar um profissional qualificado, a resposta é sim, vale a pena investir em um LLM. Ainda mais no cenário competitivo encontrado no meio jurídico atualmente.

A principal vantagem que o aluno que optar pelo LLM vai conquistar é fazer uma ponte entre a vivência acadêmica — com sugestões de livros, áreas de estudo, autores e outras recomendações dos professores, além da construção e difusão de ideias entre os colegas — e o seu universo profissional.

Ou seja, no LLM, espera-se que o curso proporcione aos estudantes o conhecimento e as conexões acadêmicas e profissionais necessárias para enfrentar novos desafios em suas respectivas carreiras.

Ademais, ainda é possível ter reconhecimento internacional com a certificação que já é conhecida em outros países.

Conclusão

Você viu que apostar em um LLM pode ser um divisor de águas para sua carreira e conhecimento. O curso pode conferir habilidades fundamentais para construir uma reputação no seu meio.

Por isso, na hora de escolher onde cursar esta especialização, você deve observar questões importantes. Dentre elas, se a instituição trabalha com professores qualificados e promove debates atualizados em sala de aula, por exemplo.

Estes pontos são os diferenciais do IDP, que conta com professores que são juristas, ministros e profissionais atuantes na área. Além disso, os cursos de LLMs contam com a medida certa: formato flexível, turmas reduzidas e metodologia inovadora.

O curso oferece a visão prática de temas contemporâneos, além de todo o arcabouço teórico necessário para atuação no meio jurídico.

Ainda tem dúvidas? Invista em si mesmo! Acesse o site e confira os novos cursos: LLM em Direito Constitucional, LLM em Direito Eleitoral e LLM em Direito Administrativo. As turmas começam em 2022. Garanta a sua vaga!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *